Buscar
  • Diogo Luis Photographer

Como começar na fotografia? Conhecer melhor a máquina Fotográfica numa visão geral




Olá Fotógrafo

Profissional, amador ou iniciante! Sê bem vido á minha casa virtual.


A missão deste espaço é partilhar e ajudar a tirar algumas dúvidas sobre fotografia para quem está a começar a dar os primeiros passos.


Nesta fase inicial de contacto com a fotografia, irá precisar de concentrar a sua atenção em três pontos essenciais:


  1. Entender as funções da sua máquina fotográfica;

  2. Praticar muito;

  3. Ter muitas referências de Fotógrafos das áreas que mais gosta na fotografia.


Está na hora de aprender e entender as funções da sua máquina fotográfica, preparado(a)?


O primeiro passo para se tornar um fotógrafo é conhecer bem a sua câmara!

A fotografia é como se fosse um desenho feito com luz. Por isso, vai aprender agora como cada parte da sua câmara interage com esse elemento.

Um resumo rápido:

- O obturador é responsável pelo intervalo de tempo em que a luz será capturada pelo sensor da câmara;

- O diafragma é responsável pela quantidade de luz;

- A objetiva é a lente da câmara;

- O ISO transmite a sensibilidade que o sensor tem à luz.


Agora, vamos entender melhor como cada um destes ajustes funciona e como eles podem transformar a sua forma de fotografar para um nível profissional!


Obturador

obturador é como se fosse a “cortina” da lente. Quando faz um clique, essa “cortina” abre e fecha a entrada de luz.

A velocidade do obturador determina quanto tempo a “cortina” ficará aberta para capturar luz e ela poder ser regulada no modo manual da câmara.

Quanto mais tempo o obturador ficar aberto, mais clara ficará a sua imagem. Por outro lado, quanto mais tempo ele ficar aberto, maior será a probabilidade das suas fotos ficarem tremidas.


Diafragma

diafragma é a abertura da sua lente, ou seja, é o que define a quantidade de luz que vai entrar na sua câmara.

A regra do diafragma é: quanto maior for o número da abertura, menos luz é capturada pelo sensor. Sendo assim, uma abertura f/22, por exemplo, oferecerá uma quantidade menor de luz para a imagem.

Por isso, os fotógrafos preferem dar prioridade às lentes mais claras, que por sua vez também são mais caras, como as de abertura f/1.8.


Objetiva

É a lente que será acoplada ao corpo da câmara fotográfica. Existem diversos tipos de objetivas e cada uma delas dá um efeito completamente diferente à fotografia.

Quanto maior for a distância focal da sua objetiva, menor será o seu campo de visão. Ao mesmo tempo, lentes com grande distância focal conseguem captar mais detalhes de objetos menores.

Uma lente de 50mm, por exemplo, mostrará menos coisas que uma de 14mm.


Fotometria

No visor da sua câmara Dslr, vai encontrará uma “régua” que vai de -2 a +2. Essa “régua” indica se a sua foto está, respetivamente, subexposta ou sobrexposta à luz.

Para que a luz da foto seja a mesma que os seus olhos estão a captar no momento, é recomendado que a barra fique no 0. Entretanto, em alguns casos, como num dia de sol forte, a câmara pode enganar-se.

Verifique a foto no visor da câmara, mesmo depois de conferir a fotometria para garantir que está com a luz da forma que atende nas suas expectativas.


ISO

ISO é a sensibilidade do sensor da sua câmara à luz.

Quanto mais baixo conseguir deixar o ISO da sua câmara, melhor será a qualidade da sua foto.

O ISO acima de 800 começa a gerar ruídos na imagem, lembrando aqueles grãos que se viam nas fotografias analógicas.

Sendo assim, é mais vantajoso investir em outros ajustes como a velocidade do obturador e abertura do diafragma para trazer mais luz à imagem, preservando, desta forma a qualidade da sua fotografia.


Estes são os princípios básicos da fotografia!


Agora que já aprendeu como a sua câmara funciona, finalmente chegou a hora de clicar! Praticar, praticar, praticar.


Como todos os percursos, a arte de fotografar é exigente e tem várias fases. Neste post foram apenas abordados os pilares fundamentais da fotografia mas existem outros aspetos igualmente importantes e essenciais para garantir o sucesso das suas imagens e sobre os quais partilharei algumas dicas nas próximas publicações, nomeadamente:


  • Composição

  • Foco e nitidez

  • Iluminação

  • Olhar artístico: O que é, e como deves desenvolver


Se tiver alguma dúvida deste ou de outros temas, ou sugestão para as próximas publicações deixe o seu comentário.


Se considera que este artigo lhe foi útil partilhe com amigos que possam beneficiar da sua leitura, e será uma forma de me motivar para os próximos mini "Cursos" de Fotografia. 😉


Obrigado.

Boas fotos.

74 visualizações